Cultivo de pimentas


Um dos temperos mais presentes nas mesas de todos os brasileiros, em praticamente todas as regiões, a pimenta também é muito cultivada, não apenas por conta de suas qualidades culinárias, mas também por conta do seu suposto poder como amuleto. Portanto, para quem deseja cultivar pimentas, nós vamos dar algumas dicas e curiosidades sobre o cultivo delas.

Condições climáticas
Para conseguir cultivar qualquer espécie de pimenta adequadamente, é necessário que as condições climáticas estejam com temperaturas na faixa que vai dos 16°C aos 34°C.

Isto se aplica pelo fato de que a maior parte das pimentas conhecidas é subtropical ou tropical, o que implica um clima que esteja mais próximo destas condições para que o cultivo seja realmente eficiente e para que a planta prospere.

Geadas e baixas temperaturas simplesmente destroem todas as espécies de pimentas conhecidas, portanto, não há como cultivar qualquer tipo em condições climáticas muito severas, com temperaturas muito baixas.

Muito sol
Pimenta gosta mesmo é de sol, portanto, para que o cultivo da pimenteira se dê de modo realmente eficiente e próspero, é essencial que haja muita luminosidade, pois é disto que ela mais precisa.

O ideal é deixar a pimenteira recebendo sol direto, sem qualquer interferência.

Solo ideal
Para que a pimenta seja cultivada de modo realmente efetivo, é necessário que o solo seja bem drenado, mais leve, extremamente fértil e muito rico em presença de matérias orgânicas.

E é essencial que para que o cultivo seja realmente próspero e bem sucedido, que o solo seja irrigado com freqüência, pois o solo úmido é perfeito para todas as espécies de pimenta.

Mas é importante que o solo não fique muito encharcado, porque isto seria nocivo à planta, que não toleraria esta condição e acabaria morrendo e apodrecendo.

Sementes
Pimentas podem ser semeadas diretamente no solo, mas para ter um maior sucesso no plantio, o ideal é colocar as sementes em saquinhos, que podem ser de plástico ou de papel, as populares sementeiras. Tanto com sementeiras, ou diretamente lançadas ao solo, o fato é que elas devem estar no máximo a 0,5 cm de profundidade.

Como conservar as pimentas
Para mantê-las em boas condições de consumo, depois de lavadas e sem os cabinhos, deve-se conservá-las em vinagre de álcool por, aproximadamente 24 horas. Em seguida, escorrê-las, lavá-las e fervê-las por um minuto para evitar fungos. Acondicioná-las em um recipiente de vidro com vinagre de álcool ou salmoura e guardá-las no refrigerador. Elas duram aproximadamente uma semana. Se quiser congelá-las, é só lavá-las, secá-las, separá-las numa travessa de vidro e colocá-las no freezer por cerca de 3 horas. Depois, guardá-las em um recipiente, fechá-lo hermeticamente e colocá-lo novamente no freezer.